Quando se fala em siglas e termos técnicos, pode parecer se tratar de um assunto extremamente complexo. Porém, a análise SWOT não é assim: ela simples, mas fundamental, pois traz insights poderosos sobre o seu negócio.

Dominar sua realização pode fazer com que a clínica se conheça melhor e entenda o ambiente em que está inserida, além de trazer ideias sobre o que pode ser feito para melhorar a situação.

Vamos entender exatamente em que consiste essa análise e como colocá-la em prática em seu negócio.

O que é análise SWOT?

Primeiramente, vamos entender sobre a sigla, para, posteriormente, compreender a análise.

SWOT é uma sigla em inglês para Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats, ou Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Em português, é possível se referir a ela como FOFA (com uma simples mudança na ordem dos termos).

O método consiste em um planejamento estratégico e quem o realiza entende melhor como anda a situação de seu negócio, bem como quais são os perigos e o que pode ser feito para potencializar os resultados. Geralmente, voltada ao mundo dos negócios, nada impede que o conceito seja aplicado na vida pessoal e proporcione bons resultados também nesse quesito.

Cada um dos itens corresponde aos seguintes assuntos:

  • Forças: aquilo que sua empresa domina, é mais forte, e pode ser explorado como vantagem perante a concorrência. Consiste em atividades e recursos de destaque, engajamento dos clientes e outros pontos de destaque, sempre relativos à parte interna da empresa.
  • Fraquezas: itens que podem ser prejudiciais à empresa, como seus pontos fracos internos, sem considerar o que está fora da empresa. Podem ser a falta de bons equipamentos, a ausência de profissionais capacitados e a perda de clientes para a concorrência.
  • Oportunidades: chances que a empresa tem de ser beneficiada em relação aos fatores externos, que não são gerenciados e controlados diretamente por ela. Algumas oportunidades são mudanças políticas e econômicas, melhoria na oferta de crédito aos clientes e, no caso de clínicas odontológicas, o abatimento do valor do imposto de renda, por exemplo.
  • Ameaças: também motivos externos, mas que são prejudiciais ao invés de benéficos. como o oposto do que acontece com as oportunidades: falta de crédito, instabilidade política e afins.

Quando fazer a análise SWOT?

Faça a análise SWOT o quanto antes. As informações que podem ser obtidas através de tal análise são fundamentais para o sucesso da clínica odontológica a curto, médio e longo prazo.

É fundamental identificar quais pontos estão a seu favor e quais estão contra, bem como o que pode ser feito (e se algo pode ser feito) para consertar ou amenizar os problemas, de forma que não se intensifiquem.

O ideal é que esse seja um passo colocado em prática assim que a clínica é aberta, mas se isso não tiver sido feito em tal momento, o mais indicado é colocá-lo em prática o quanto antes para se beneficiar dos insights positivos.Para ter a estrutura da sua clínica como uma das maiores forças, conte com a i9 Equipamentos, na qual é possível encontrar produtos da Biotron, Dabi Atlante, Gnatus, NSK e várias outras marcas, sempre com o que há de melhor para sua clínica ou consultório oferecer um atendimento de primeira!